🚚 FRETE GRÁTIS EM TODO SITE* (CONFIRA AS REGRAS)

Comidas especiais para uma festa junina ainda mais deliciosa!

Quando sente frio, o que você faz? Geralmente, procurar calor humano, comer algo quente ou tentar aquecer o ambiente são as nossas primeiras opções, certo?

É isso que a maioria das pessoas fazem quando chega o nosso querido inverno: mistura tudo isso com aquilo que os brasileiros sabem fazer de melhor, uma Festa!

A festa junina é querida, desejada e esperada em todo o Brasil e mundo afora, e com razão! Comida e forró descrevem o nosso país tanto quanto futebol e samba, e por um simples (e muitas vezes óbvio) motivo, somos muito bons nisso

História da Festa Junina

Diferente do que algumas pessoas pensam, a Festa Junina não começou aqui, mas lá no hemisfério norte, ainda antes da Idade Média. Ali, as pessoas comemoravam a chegada do verão, no mês de junho, homenageando os deuses da fertilidade e da natureza, ao mesmo tempo em que pediam uma colheita farta.

Com o passar do tempo a Igreja aderiu a essa festividade e deu um caráter religioso, por causa disso, hoje no Brasil, comemoramos três santos bastante populares: Santo Antônio, São Pedro e São João. Quem trouxe a festa junina para o Brasil foram os portugueses, lá durante o período colonial.

Em Portugal, essa comemoração tinha o nome de Festa Joanina - possivelmente pelo fato de acontecer em junho ou talvez por causa do principal santo da comemoração, que é São João - motivo pelo qual as festas juninas também são chamadas de Festa de São João.

A festa é uma tradição de norte a sul do Brasil no mês de junho, chegando a ser feriado em alguns estados e municípios. Ela é caracterizada por danças, comidas, decorações e muitos outros costumes, e é comemorada em escolas e organizações locais, além das igrejas católicas.

sequilho-folhas de parmesão

Comidas tradicionais

Toda festa que se preze tem que ter comida boa, e as nossas festas de São João são mestres nisso! Com um cardápio bastante vasto, tanto de itens doces quanto salgados, as comidas típicas dessa comemoração são uma delícia e sucesso garantido para todos os paladares!

Independente da região do país, os pratos são bem semelhantes, com ingredientes fáceis de serem encontrados, modo de fazer bem simples, preço em conta e sempre usam ou remetem ao milho, por exemplo, o próprio milho cozido ou assado na brasa, a canjica, curau e o bolo de milho ou fubá…

A pipoca também entra nessa lista! Ela por si só já é um prato bem delicioso é bem simples de ser preparado. Na parte dos doces, a pipoca caramelada faz um sucesso. O caramelo é super simples de ser feito, em poucos passos você vai conseguir preparar.

E ainda, há pratos feitos de milho que variam conforme a região, como a pamonha, mais comum nos estados de Goiás e Minas Gerais, e a polenta, tradicional entre os gaúchos. Já os nordestinos costumam usar o milho para fazer um bom cuscuz, que pode ser consumido com carne-seca ou ovo cozido.

Mas não dá pra esquecer do nosso amendoim! Servido com sal ou açúcar, o amendoim torrado é apreciado por muita gente nos festejos, mas não é só isso! A iguaria também é base para guloseimas como a paçoca doce, feita com farinha de mandioca e açúcar, e o pé de moça ou pé de moleque, que é o amendoim mergulhado em melado de rapadura, também são delícias que têm espaço garantido nas mesas.

Outra parte do patrimônio das nossas quermesses juninas são as tapiocas, os bolos de mandioca (macaxeira ou aipim), também conhecido como mané pelado, e, claro, os bolos de coco! Para aproveitar que o coco é um ingrediente muito usado na hora de aprimorar receitas como canjica e o mané pelado, esse bolo de coco ganha cada vez mais espaço em nossos corações e festejos!

E temos também…

A nossa deliciosa maçã mergulhada em calda de açúcar, Maçã do Amor, que faz o maior sucesso entre os casais. Já o famoso cachorro-quente, também está sendo incluído no cardápio das festas de junho.

Vamos lembrar da batata-doce, que é assada na brasa da fogueira, e ainda temos o pinhão cozido, arroz-doce, bom-bocado, queijadinha…

Graças ao clima, que é frio em boa parte do país durante o mês junho, o quentão também é tradicional nas festas. Esse, como o próprio nome já diz, é servido quente, sendo muito comum nos estados da região sul do Brasil. Feita de gengibre, canela e pinga ou vinho, para aquecer o clima!

A lista é extensa, e está longe de acabar! Cada lugar do país - e cada mesa - possui um cardápio diferente para você se deliciar e escolher o seu prato favorito (se isso for possível, claro).

Pensando em inovação, separamos aqui 4 ideias deliciosas de lanches para deixar a sua festa de São João ainda mais gostosa!

chá e sequilhos

Dá só uma olhada:

1. Doce de Abóbora

Um doce bem simples de fazer e que conquista corações em todas as festas juninas é o doce de abóbora. Ele pode até ser feito em diversos formatos, para combinar ainda mais com a sua decoração!

Ingredientes: 1 kg de abóbora de pescoço 1 colher(es) de sopa de cal virgem 1 pau de canela 2 copo(s) de água (para a calda) 1 quilo(s) de açúcar cristal Cravo-da-índia a gosto Água

Como fazer?
Corte a abóbora descascada em pedaços iguais, lave, cubra com dois litros de água e cal e deixe descansar por 30 minutos. Descarte a água e lave os pedaços novamente, adicione água até cobrir todos e deixe ferver, depois, escorra e deixe esfriar. Reserve.

Ferva o açúcar com dois copos de água, o cravo e a canela até adquirir o ponto de “fio fraco” (tecnicamente, é quando o líquido atinge 103ºC). Adicione esta calda à abóbora e cozinhe, em fogo baixo, até que os pedaços fiquem bem macios e a calda adquira o ponto de mel. Arrume em uma compoteira e sirva frio.

2. Quentão sem Álcool

Já falamos acima sobre o famoso quentão, a bebida mais característica da festa junina, certo? Mas você conhece a opção sem álcool?

Ingredientes:

  • 500 ml de suco de uva
  • 1,5 litro de água filtrada
  • 1 xícara (chá) de açúcar mascavo
  • 10 unidades de cravo
  • 100 g de gengibre picado
  • 2 pedaços de canela em pau
  • 2 limões cortados em rodela

Como fazer?
Em uma panela, coloque o suco de uva, a água e o açúcar mascavo. Misture e deixe aquecer. Depois, adicione o cravo, gengibre, a canela e o limão e espere ferver.

Deixe fervendo por 10 minutos, desligue, coe e é só servir!

3. Arrumadinho

Conhecido também como baião-de-dois ou rubacão, é um prato tradicional da culinária nordestina que pode ser adaptado de várias formas!

Ingredientes:

  • 1,5kg de costela suína
  • 400g de feijão fradinho cozido
  • 500g de arroz branco cozido
  • 100g de calabresa e bacon fritos
  • 300g de carne seca desfiada
  • 200g de queijo coalho em cubos
  • 1 cebola grande em cubos
  • limão, alho e sal a gosto
  • 3 colheres de sopa de manteiga

Como fazer?
Prepare o feijão fradinho e o arroz branco normalmente e frite o bacon e a calabresa.

Frite a costelinha suína em óleo quente no tacho (ou frigideira grande) por mais ou menos 20 minutos, ou até cozinhar e ficar crocante. Em outra panela grande, frite a carne seca na manteiga por três minutos. Abaixe o fogo e acrescente o feijão e o arroz, mexendo sempre bem. Acrescente o queijo coalho, a cebola, o bacon e a calabresa. Misture tudo por 5 minutos.

Sirva o arrumadinho em uma travessa de barro grande. Coloque a mistura de arroz, feijão e carnes por baixo e as costelas fritas em volta. A nossa sugestão é fritar alguns cubos de queijo coalho no mesmo óleo das costelas e servir por cima de tudo.

4. Sequilhos

Não podem faltar os nossos deliciosos sequilhos! E que tal um kit que foi desenvolvido especialmente para esse período tão especial. Comidas, bebidas, família e amigos ao redor de uma fogueira não podem faltar. E onde tem festa, tem que ter Sequilhato! Compartilhe esse momento com deliciosos sequilhos selecionados para essa data!

O Kit Junino é composto por:

  • 1 Sequilho Carequinha com 200g
  • 1 Sequilho de Queijo com 180g
  • 1 Sequilho de Milho com 200g
  • 1 Sequilho de Goma com 200g

O nosso Carequinha mais querido já é uma presença constante em qualquer hora e lugar que tem amigos e família, e no São João não pode ser diferente! Fazendo uma parceria mais que perfeita com o sequilho de Queijo - com um sabor marcante e textura bem fininha pra combinar com o vinho quente - o tradicional milho, que não pode faltar nessa festa e ainda a crocância e leveza dos famosos sequilhos de goma!

Tudo isso pra completar a sua mesa!

sequilhos carequinha

Vem compartilhar sabor, garanta o Sequilho da sua festa!

Powered by E-Com Plus